terça-feira, 13 de julho de 2010

esse gosto

Ela (enquanto caminhava)

pensava

nesse gosto bom de vida

Com recheio de descoberta

Queria palavras novas,

não mais gastas

palavras grossas

palavras salto

Palavras livres

Frases preenchidas de espírito e pausa.

Mas não tinha tempo de explorar versos

Se perdeu nas horas dos fatos

em beijos/ abraços/ risadas/ momentos

Tão ocupada em degustar a vida, esqueceu de teorizá-la

Catalogou as alegrias em fotos

A Poesia ficou nos copos

nos ares, areias, lugares

amigos, malas, amor.

Bebeu toda a poesia com vodka (e não percebeu)

Acordou vendo poético.

4 comentários:

  1. Saudade é bom, sinal de que faz falta...

    ResponderExcluir
  2. É tão bom se perder assim,
    com poesia & com vodka,
    num sonho,
    um instante,
    durante a caminhada.

    ResponderExcluir